Caprichosamente

Caprichosamente

QUER ANUNCIAR?
visite meu canal!
todo dia uma dica nova!

Dicas de economia doméstica para ajudar seu orçamento

Deixar de fazer um bom planejamento de suas finanças pode te levar a um péssimo quadro. Você acaba se descontrolando, principalmente em relação aos pequenos gastos, e quando vai ver já acumulou diversas dívidas.

Como garantir que o salário seja suficiente para passar o mês? O segredo está na mudança de pequenos hábitos do cotidiano, que podem fazer a diferença. Alguns comportamentos, quando modificados, também produzem ótimos resultados e garantem que sua conta acabe o mês no azul.

 

Hoje, vamos te explicar como a economia doméstica pode te ajudar a melhorar a sua vida financeira. Acompanhe e entenda melhor!

 

O que é a economia doméstica?

  

A economia doméstica se refere aos princípios econômicos voltados à manutenção do lar e às necessidades básicas dos membros da família.

A economia doméstica nasceu depois do período da Revolução Industrial, em que as pessoas começaram a se preocupar com a qualidade de vida e finanças em geral.

Isso ocorre, mais especificamente, depois de um crescimento descontrolado do consumismo. Nessa época, as pessoas começaram a se preocupar com o futuro das próximas gerações de sua família.

Portanto, a economia doméstica não é nada além da reunião de diversas estratégias e conceitos de educação financeira.

 

Neste sentido, você precisa se educar e conscientizar a sua família no sentido de economizar e garantir investimentos futuros para a manutenção de um nível satisfatório de conforto de todos os membros.

 

Dentro deste contexto, é sempre bom estudar sobre educação financeira e para isto recomendamos o blog “Bons Investimentos”, onde você terá dicas de investimentos, cartões de crédito e empréstimos.

 

Dicas para usar a Economia Doméstica em sua casa

 

economia doméstica

Você não precisa de ações muito grandes ou de mudanças radicais para usar os princípios de economia doméstica em sua casa. Mudando alguns detalhes de seus gastos no cotidiano, bons frutos já podem surgir em sua vida a longo prazo.

 

  • Organize seus ganhos e gastos

Muitas vezes, as pessoas que querem economizar não sabem para onde o dinheiro está indo. É por isso que precisamos de um controle efetivo das finanças de casa.

 

Aproveite para ler: 9 passos para organizar a papelada

 

De fato, esse é um dos passos essenciais para começar a pensar em economia doméstica. Em suma, você precisa saber para onde o seu dinheiro vai todos os meses e os gastos menores também precisam ser computados para que você não se perca.

 

  • Cuidado com as compras de mercado

Um dos assuntos mais complicados é a compra no supermercado, pois se você não tomar cuidado ela pode sugar uma boa parte do seu dinheiro.

Geralmente você acaba comprando mais do que precisa e não economiza na medida certa. Portanto, acompanhe nossas dicas abaixo:

 

  • Faça uma lista básica e apenas compre o que está programado, ou seja, o que está em falta mesmo.

 

  • Os preços precisam ser medidos em quilos ou litros. Muitas promoções enganam o consumidor ao calcular a quantia em quilos e litros.

 

  • Ir ao mercado com fome está fora de cogitação. Você pode não perceber, mas isso faz com que você gaste muito mais.

 

  • Você deve fazer uma pesquisa dos mercados próximos e com os preços mais baratos.

 

  • Sempre que houver promoção, faça um estoque daqueles itens que não estragam (não perecíveis).

 

  • Tente economizar na conta de luz

 

economia de luz

Muitas vezes, o consumidor acaba perdendo o controle das suas contas de luz. A energia elétrica é realmente um dos itens gastos com mais facilidade.

Para não se enganar e acabar pagando demais no final do mês, você vai precisar de algumas dicas. Acompanhe nossa seleção a seguir:

 

  • Nunca deixe equipamentos eletrônicos na tomada enquanto não estiver em casa ou quando for viajar.

 

  • As lâmpadas LED economizam luz por consumirem menos.

 

  • Quando houver a possibilidade, você pode usar a luz natural para iluminar algumas áreas. Portanto, abra portas e janelas para facilitar a penetração da luz solar.

 

  • A porta da geladeira nunca deve ficar aberta ou encostada.

 

  • Reduza o tempo que você gasta no banho, caso seu chuveiro seja elétrico.

 

  • Não lave roupas várias vezes por dia. Deixe acumular e lave tudo de uma vez só para diminuir o tempo que a máquina ficará ligada.

 

  • Observe se você apagou as luzes antes de sair de um ambiente.

 

Para se aprofundar neste item, confira algumas dicas da Light neste link.

 

  • A economia de água merece atenção

A economia de água funciona da mesma forma que a de luz. Se você não tomar cuidado, a situação pode sair do seu controle completamente. Para evitar que isso ocorra, aqui vão algumas dicas:

 

  • A água de lavagem de roupas pode ser reaproveitada para lavar o carro, por exemplo.

 

  • Você deve fechar a torneira sempre que não estiver usando, como, por exemplo, na hora de escovar os seus dentes.

 

  • Veja se não há nenhuma torneira vazando pela casa.

 

  • Retire os excessos de comida dos pratos quando for lavar a louça.

 

  • Se possível, você deve usar a descarga econômica com menor volume de água por fluxo.

 

  • Use regadores para molhar as plantas e baldes para lavar o quintal, evitando as mangueiras sempre que possível.

 

  • O lazer também pode ser aproveitado com economia

Existem gastos que não são de extrema necessidade. Em relação a eles, vale a pena tentar uma estratégia de redução. Podemos te ajudar com algumas dicas importantes que farão a diferença na sua vida ao longo de alguns anos:

 

  • Se você quer jantar com os amigos, convide todos para a sua casa em vez de ir a bares ou restaurantes.

 

  • Dê preferência ao Netflix, uma excelente opção, em vez de ir ao cinema todo final de semana.

 

  • Comece a frequentar e alugar livros em bibliotecas.

 

  • Tente ler as notícias em portais online e gratuitos em vez de pagar por assinaturas de mídias físicas.

 

  • Aproveite eventos gratuitos em sua cidade, eles podem te surpreender.

 

O que você achou das dicas? Acredita que pode utilizar alguma delas na sua vida? Deixe o seu comentário!

9 passos para organizar a papelada

Todo mundo tem em sua casa aquela gaveta que guarda tudo quanto é tipo de coisa, não é mesmo? É tanta bagunça que quando você vai procurar algo, fica horas e horas remexendo e às vezes nem encontra o que estava procurando. Mas hoje é o dia de declarar fim à essa temida gaveta e organizar a papelada!

COMO DAR FIM À BAGUNÇA?

organize seus documentos

Gravei um vídeo mostrando como eu fiz para organizar a papelada aqui de casa, confira:

 

  1. Primeiro, saia pela casa catando todo tipo de papel que encontrar pelos cômodos e coloque todos em um só lugar, assim você vai poder fazer uma boa triagem.
  2. Olhe papel por papel. Sim, é chato, é maçante, mas isso é importante para você não correr o risco de jogar fora algum documento importante.
  3. Ao verificar os papeis, separe-os de acordo com o tipo de documento. Ex.: contas pagas, documentos pessoais, notas fiscais, manuais do usuário, documentos da casa/apartamento, cupons fiscais do ano vigente, etc.
  4. Aproveite que está separando os papeis para jogar fora tudo o que é inútil.
  5. Agora que tudo está separado, categorize por data ou importância do documento. Coloque em pastas de plástico e identifique na frente o conteúdo da mesma.
  6. Faça assim em todos os “montinhos” que você separou.
  7. Coloque essas pastas em caixas maiores ou em arquivo morto, sempre identificando o conteúdo.organizar a papelada
  8. As contas a pagar eu sugiro colocar em pasta separada e de fácil acesso, assim será mais fácil encontra-las cada mês. Pagou? Coloque imediatamente na pasta de contas pagas.
  9. E assim faça com todo e qualquer papel que chegar. Se é inútil, descarte; se for importante, guarde na pasta correspondente.

 

Já adianto que não é um trabalho divertido, afinal, você vai passar algumas horas fazendo tudo isso, mas vale a pena. Só de você saber onde está cada papel, cada documento ou conta, já vale o esforço.

 

Mantenha essa organização, se policie para não jogar tudo em alguma gaveta de novo e assim sempre terá tudo organizado e de fácil acesso.

Como dobrar lençol de elástico

5 dicas que mudarão sua maneira de preparar café

Eu amo café, então estou sempre testando novas formas de fazer a melhor xícara de café em casa. Existem algumas técnicas que podem melhorar a qualidade do seu café, independente da forma com que você o faça (na máquina ou manual). Aqui estão cinco dicas para tornar o seu café ainda mais saboroso.

 

1. Invista em uma máquina de fazer café expresso

Eis um grande investimento para os amantes de café. O café feito na hora, em uma máquina adequada, tem um sabor especial muito melhor do que os cafés coados em filtro de café.

No Brasil, já existem máquinas de café expresso em preços bem acessíveis.

cinco-dicas-café

Imagem: reprodução

2. Compre o café fresco e integral

Se você faz o seu café em máquina, comece a comprar os grãos inteiros e frescos. Há um motivo pelo qual as marcas de café em pó não fornecem a data de quando o café foi torrado: os sacos que você encontra nas prateleiras do supermercado provavelmente estão lá há meses.

O café atinge seu sabor máximo alguns dias depois de torrado e deve ser consumido em até um mês para aproveitar o máximo do sabor.

cinco-dicas-café

Imagem: reprodução

 

3. Armazene corretamente seus grãos

O armazenamento correto irá manter o frescor dos grãos por mais tempo. O recipiente ideal seria um pote selado com válvula.

Armazene em um local escuro e sem umidade.

Imagem: reprodução

 

5. Escolha a melhor marca

Embora seja uma questão de gosto, há alguns parâmetros interessantes para saber se uma marca de café é boa.

Cafés mais escuros tendem a ter um nível mais baixo de cafeína. Os mais claros, por conseguinte, são os que têm níveis mais altos de cafeína. Você pode optar por comprar os dois tipos e tomar os mais claros ao acordar e os mais escuros quando estiver prestes a dormir. Assim você não atrapalha o seu sono.

Opte sempre pelas marcas que oferecem uma menor quantidade de conservantes.

Os cafés orgânicos, embora mais caros, tendem a ser mais saborosos e oferecerem uma experiência incrível de degustação.

cinco-dicas-café

Imagem: reprodução

 

5. Reutilize o pó

Eis uma dica não exatamente sobre como melhorar o seu café, mas sim como melhorar o planeta. O pó de café tem diversas finalidades se reciclado. Pode ser usado, por exemplo, como um excelente adubo para as suas plantinhas, além de protegê-las contra pragas como formigas e lesmas.

 

E então, bora tomar um café?

Como dobrar lençol de elástico

Se tem uma peça que é complicada na hora de dobrar, essa peça é o lençol de elástico! É muito mais fácil embolar e jogar no guarda-roupas, né? Mas hoje vou te ensinar a como dobrar lençol de elástico de forma rápida e prática!

como-dobrar-lençol-de-elástico

Volta e meia alguém me pede a dica, então, resolvi gravar um vídeo para demonstrar melhor a dobra. Te garanto que é bem fácil e descomplicado. Depois que você faz a primeira vez, já pega o jeito.

 

ASSISTA AO VÍDEO!

 

Vou detalhar aqui para você que, por algum motivo não consiga assistir ao vídeo:

  • Dobre o lençol ao meio e procure as costuras
  • Encaixe as costuras uma com as outras
  • Depois, dobre ao meio e encaixe as costuras novamente
  • Ajeite as pontas, para ficarem bem paralelas (nesse passo aconselho a esticar o lençol em uma cama ou bancada)
  • Esse passo é opcional, mas eu sou um pouco paranoica com perfeição (não me julgue, hahaha), então, alise o tecido do lençol, para tirar eventuais “ruguinhas”
  • Você vai ver que ficou um retângulo, então, dobre duas vezes o lado maior
  • Vai ficar uma tira, dobre essa tira 2 vezes
  • Pronto, lençol dobrado. Veja o resultado final da dobra na imagem abaixo

 

como-dobrar-lençol-de-elástico

Viram como é fácil e rápido? A partir de agora não tem mais desculpas para deixar esses lençóis embolados no guarda-roupas.

 

Compartilhe esse post para que seja útil para outras pessoas também.

 

Se inscreva no meu canal. Toda semana tem vídeo novo, com mais dicas de organização e cuidados com a casa.

como-dobrar-lençol-de-elástico

 

E aí, pessoal, o que acharam dessa dica? Como era a relação de vocês com o lençol de elástico (era, porque depois desse vídeo, com certeza vai mudar rsrsrs).

 

E se tiverem alguma outra dica para dobra, comentem abaixo, para que nós também possamos aprender, pois conhecimento nunca é demais!

9 passos para organizar a papelada

Deixar o feijão de molho faz bem à saúde

Quem aí não se lembra de ver a avó ou a mãe deixar o feijão de molho por algumas horas ou até de um dia para o outro? Eu sempre via minha mãe “catando” os baguinhos de feijão e separando, para deixar de molho os bons. Depois essa tarefa era minha e confesso que detestava. Sempre pensei que era uma bobagem e quando fui morar sozinha, nunca fiz isso.deixar feijao de molho

Quando casei, comecei a procurar dicas e truques para acelerar o cozimento do feijão e foi aí que me deparei com o bom e velho truque de deixar o feijão de molho, tanto para acelerar o cozimento (pois os grãos ficam mais hidratados) quanto para deixá-lo mais branquinho.

 

Porém, não é só isso. Deixar o feijão de molho faz bem à saúde e já existe até um estudo científico que comprova isso. De acordo com especialistas do Centro de Pesquisa em Alimentos (FoRC – Food Research Center) da USP e da Embrapa Arroz e Feijão, quando fazemos o remolho, é possível dissolver e até eliminar alguns componentes dos grãos considerados antinutricionais, entre eles os fitatos.

 

Esses componentes se ligam ao minerais essenciais, como o ferro, cálcio e zinco e impedem a absorção destes pelo nosso organismo. Além disso causam desconforto abdominal e flatulência em algumas pessoas. Isso porque açúcares como a rafinose e a estaquiose são fermentadas em nosso intestino grosso, causando os famigerados “gases”.

deixar-o-feijão-de-molho01

Qual o tempo ideal para o remolho?

 

Há um consenso entre os pesquisadores do FoRC em que o tempo ideal varia entre 8 a 12 horas, porém, há tipos de feijões que chegam ao ponto máximo de hidratação com cerca de 4 horas de remolho.

Vale lembrar que a água do remolho precisa ser descartada e o feijão, lavado antes de ser cozido, pois se usarmos a mesma água, acabaremos por devolver ao feijão tudo o que foi eliminado. Também é importante deixar o feijão de molho com algum componente líquido ácido, como o feijão, o vinagre ou o soro de iogurte.

Feijão de molho por umas 8h mais ou menos. Ele solta essa "espuminha"

Confesso a vocês que, depois que descobri isso, me arrependi de ter pensado que o remolho era “coisa de velho”. Imagina quanto nutriente meu corpo deixou de absorver nesses anos todos?

 

E vocês, também deixam o feijão de molho? Já conheciam os benefícios do remolho?

 

Fonte: FoRC – Food Research Center

Página 1 de 2
12